• ;
  • ;
  • ;
  • ;
  • ;
Porto Alegre, 19 de novembro de 2017.
Notícias Antigas

RALLY TRANSCHACO
26/03/2010
1998 - Markku Alen
1998 - Markku Alen

Rally Transchaco
José Augusto Gonçalves

Temos aqui na América do Sul, 4 provas que considero como verdadeiros clássicos do rali mundial: o “Rali da Argentina”, por razões obvias, a melhor prova do continente; o “Camiños del Incas”, no Peru, enigmático e pouco comentado, já contou com a participação de pilotos como John Buffum e Tony Fall, entre tantos outros, sendo uma prova ainda a ser verdadeiramente (re)conhecida. O terceiro é o nosso querido “Rali da Graciosa” (hoje rali de Curitiba), inegavelmente o mais charmoso e atrativo do continente, prova do IRC e, para mim, uma verdadeira jóia dos trópicos...

O último dos clássicos sul americanos a ser mencionado, é o terrível e ambicionado “Transchaco”, uma prova à parte no continente. Vou contar aqui um pouco de sua história e, claro, passar a relação dos seus vencedores.

A idéia de se organizar um rali na área do Chaco partiu de Phillip Bell, cidadão americano que trabalhava como consultor para a empresa Corposana, responsável pelo abastecimento de água da cidade de Assunção, ainda no final dos anos 60. O projeto para a realização da prova foi aprovado pelo Automóvel Clube Paraguaio em junho de 1971 e, ainda nesse mesmo ano, em setembro, foi realizada a primeira edição da prova, que seguiu sem interrupções até 1983. No ano seguinte e até 1986 o rali não se disputou em virtude da proibição pelo governo central, da realização da prova.

Em 1987 o rali Transchaco voltou com força total e recorde de inscritos, reafirmando o status que a prova possuía até a sua interrupção arbitraria. A partir de então a prova só vem aumentando cada vez mais o seu prestigio, atraindo pilotos de todo o continente e até da Europa e África, além de revelar grandes nomes do automobilismo paraguaio, mantendo uma hegemonia até hoje não quebrada. Quer dizer: só os paraguaios venceram o Transchaco. Dentre os grandes do rali mundial, passaram pela prova nomes como Richard Bochnicek, Mario Figueiredo, Andrew Dawson e Markku Alen, além do saudoso queniano Shekhar Mehta. De nosso continente, Luis Etchegoyen, Jorge Recalde, Gustavo Trelles, César Vilela, Gabriel Raies e outros tantos...

Do lado paraguaio, Juan Carlos Calvo e Gerardo Planás (com 4 vitorias cada) são os maiores nomes da prova. Além deles, Orlando Penner, Pancho Gorostiaga e Didier Arias (com 3 vitórias cada), Hector Risso, Marco Galanti e Martin Masi (2 vitorias cada), são nomes ressonantes.

Os vencedores:

1971
Classe A: Marcos Pena-Pedro Federer Toyota 1000
Classe B: Roberto Bittar-Fernando Dumot Mercedes Benz 220S

1972
Classe A: Gerardo Planás-Hector Risso Vw 113 1300
Classe B: Humberto Dominguez-Roberto Sanchez Peugeot 404

1973
Classe A: Juan Carlos Calvo-Mitsunobu Yamamoto Toyota Corolla 1300
Classe B: Enrique Kalssen-Mariano Samudio Peugeot 504

1974
Classe A: Juan Carlos Calvo- Hector Risso Toyota Corolla 1300
Classe B: Luis Molina-Fabio Ferreira Peugeot 504

1975
Classe A: Juan Carlos Calvo-Augusto di Tore Toyota Corolla 1300
Classe B: Luis Molina-Fabio Ferreiro Peugeot 504

1976 Juan Carlos Calvo-Juan Bautista Gill Toyota Celica GT

1977 Hector Risso-Roberto di Tore Ford Escort rs

1978 Gerardo Planas-Gerardo Weiller Toyota Celica 2000

1979 Luis Silguero- Edgar Molas Toyota Celica 2000

1980 Hector Risso-Roberto di Tore Ford Escort rs

1981 Marco Galanti-Mario Monges Ford Escort rs

1982 Alfredo Jaeggli-Zsolt de Barath Datsun 160 J

1983 Gerardo Planas-Miguel Ferrara Toyota Celica Levin 2000

1987 Bubby Luthold-Jose Manuel Abreu Peugeot 505

1988 Nelson Sanabria-Miguel Gamarra Vw Gol 1800

1989 Orlando Penner-Eugenio Planás Vw Gol 1600

1990 Edgar Molas- Hector Eliezeche Toyota Celica GT-4

1991 Marco Galanti-Oscar Ramirez Toyota Celica GT- 4

1992 Orlando Penner-Eugenio Planás Vw Golf GTi 1800

1993 Pedro Fadul-Hans Thiede Vw Golf GTi 1800

1994 Orlando Penner- Eugenio Planás Vw Golf GTi 2000

1995 Denes Tomboly-Rodrigo Garcia Vw Golf GTi 2000

1996 Marco Ganti (F)-Carlos Zarza Toyota Celica ST

1997 Jose Carlos Grillon-Ivan Dumot Toyota Celica ST

1998 Gerardo Planás-Alberto Ramirez Toyota Celica ST

1999 Martin Mais-Hans Thiede Ford Escort RS Cosworth

2000 Martin Masi-Hans Thiede Ford Escort RS Cosworth

2001 Diego Dominguez-Hector Nunes Mitsubishi Lancer Evo 5

2002 Pancho Gorostiaga-Victor Aguillera Toyota Corolla WRC

2003 Didier Arias-Hector Nunes Mitsubishi Lancer Evo 5

2004 Didier Arias-Hector Nunes Mitsubishi Lancer Evo 6

2005 Alejandro Galanti-Marcelo Toyotoshi Toyota Corolla WRC

2006 Pancho Gorostiaga-Eduardo Gómez Toyota Corolla WRC

2007 Pancho Gorostiaga-Eduardo Gómez Toyota Corolla WRC

2008 Didier Arias-Hector Nunez Subaru Impreza

2009 Thomas Klassen-Carlos Filippi Subaru Impreza WRX

É isso. Uma pequena história de um grande rally. Acompanhe em http://rallymemory.blogspot.com/ a historia dos ralis mundiais. Próximo post: rali de regularidade.

Rally & Rock’n Roll

Jose Augusto Gonçalves

 

Vem aí

27 de Fevereiro de 2016
42º. Rallye das Praias

» Regulamento Particular
» Ficha de Inscricão

Grupos do Google
Participe do grupo CPR Sócios e Amigos
E-mail:
Visitar este grupo




Apoio

Termotextil
 
               

 

Copyright - CPR - Clube Porto Alegre de Rallye - 2014 | Site desenvolvido pela msmidia.com